5 de agosto de 2009

A dúvida

O dia começa e a partir daí, o tic-tac do relógio vai marcar as horas que passam lentamente. O mês é o Agosto, ouve-se aquele silêncio ensurdecedor, o vazio das ruas como se todos tivessem ido para um qualquer sitio que o meu olhar não alcança. Trabalha-se naquela monotonia, naquela rotina acercada do mesmo silêncio. Trabalha-se e não se faz mais nada. De repente, sem que nada o fizesse esperar, nasce a dúvida,

como será isso de comer uma amora?

4 comentários:

Ana disse...

Porque não provas durante o fim-de-semana? ;)

*alma de poderosa* disse...

olha era uma coisa original e diferent para quem nk comeu..
tlvz kebrasse o silencio e monotonia do mês de agosto para quem ainda nao foi de ferias.
experimenta..=)

Asiram disse...

epá começas por trincá-la, e de seguida ela mostra te um pouco de sumo docinho e engoles no fim de mastigares.....


loool

Cély disse...

Eu trago-te amoras apanhadas lá nas silvas da aldeia! E vais ver.. e saborear..

Tudo para que não tenhas duvidas spbre o que é comer uma amora. :)