8 de junho de 2009

Não estou.

A verdade é que eu não estou aqui. É certo e assumo que também não sei onde estou, mas aqui sei que não estou. Não agora. Talvez tenha voado, porque a dada altura sinto-me a flutuar. Mas garanto-vos que estou noutro sítio qualquer que não este. Às vezes acontece-me, saio daqui e vou para acolá. Acolá fico durante algum tempo, até voltar a por os pés no chão. Não que acolá seja melhor do que aqui. Não que aqui seja pior do que acolá. Mas acolá é acolá. Acolá é aquele sitio só meu. Aquele sítio onde não preciso fazer mais do que fechar os olhos. A questão é que o aqui é muito cansativo. E muitas vezes nada sedutor. Muito vazio. Muito "sem sal", sabem? Enquanto que acolá, acolá é tudo. Acolá vivem-se todas as emoções. Só nesse sítio consigo passar um dia inteiro a flutuar. E portanto, enquanto assim for, vou ficando. Não tenham saudades minhas.

4 comentários:

Ana disse...

Ora,mas eu tenho!! :(

I believe disse...

Aiii julgo q tdos nós temos esses momentos e há q respeita-los.Mas ñ fujas!!E volta o mais rápido possível :P ***Estamos ctg*

I'm a Saint! disse...

É engraçado, pois há poucos dias atrás peirou na minha mente: "Tenho saudades minhas". Tenho que ir para acolá.

I'm a Saint! disse...

Ou melhor: tenho saudades de mim.