31 de março de 2008

Recordações..

Assim como há os dias, há as noites em que nos pomos a recordar coisas que nos aconteceram. Vidas que acima de tudo, foram as nossas. Parece tão distante, a infância, a adolescência.. e no entanto foi ontem. Se não fosse o facto de fazerem parte das nossas memórias, quase duvidava que tivessem de facto acontecido.

...esperei por ti. Essa é a maior conclusão. De facto, durante muitos anos esperei por ti, fechei os meus olhos a tudo à minha volta. As coisas só estariam bem quando tu voltasses. Tanta coisa que aconteceu à minha volta, que me aconteceu e que eu senti e nunca percebi porque não as entendi na altura certa. Mas agora entendo, isso aconteceu porque estava (ou julgava que estava) à tua espera. Se formos chamar as coisas pelos nomes eu diria que o “amor” que sentia por ti não foi mais que uma forma de infância prolongada até à idade adulta. Aquelas histórias de príncipes e princesas, todos ouvimos, todos durante um tempo acreditamos que são verdadeiras. Esperar por alguém, dá sentido às coisas. Durante muito tempo, foste o sentido que dei às coisas. Foste a escapatória à minha realidade. Foste a minha defesa, foste o que me permitiu ser igual às pessoas da minha idade. Foste saudade com o maior sentido e intensidade que poderei dar à palavra. Saudade que ainda és hoje.

Já não espero por ti. No dia em que deixei de te esperar, muita coisa perdeu o sentido, mas outras ganharam entendimento. Não espero por ti. Mas queria saber de ti, queria muito saber-te bem na vida. E sabes, há aquelas coisas impossíveis que desejamos com muita intensidade nas nossas vidas, para mim, uma delas é que tivesses estado na minha vida durante todo estes anos. E umas das minhas maiores curiosidades será saber até que ponto eu seria eu, se tivesses estado.

4 comentários:

I'm a Saint! disse...

Será que lá no fundo não continuas a esperar?

Esperar e pensar que o encontro poderá acontecer, dá nos força para continuar... se não esperas, como fazes? Não te falta nada? Não sentes a falta de nada?

*alma de poderosa* disse...

no fundo todos esperamos por alguem..uns por alguem k conheceram em tempos e que se esfumou como o vento das suas vidas..outros por alguem com kem sonham deseperadamente esbarrar numa kk eskina..mas é sp essa espera k nos tolda a vida e os actos..e isso será o que nos marcara uma vida inteira..o que poderia ter sido e nao foi..o que foi e nao deveria ter sido..uma esperança que vai e vem consoante a maré..
acabando a espera ha coisas k se perdem outras k s ganham..
espero k ganhes muito mais do k perdest est tmp td em k esperast..
bJoOoOo

perdida disse...

I'm a saint!

Todos os dias esperamos algo. Não sei o que espero mas certamente não é o mesmo... Se não me falta nada?

...

Há alguma coisa que de facto me pertence?

_Purple Wings_ disse...

"Quem espera desespera" e "quem espera sempre alcança"...de facto nunca percebi pk é k há dois provérbios tão diferentes e tão iguais....

**********************