17 de julho de 2008

Dialogo desconexo III

"- Vais e vens, porque é a única forma que sabes estar no mundo. Talvez a única que te ensinaram, se calhar a única que queres… Mas um dia, vais-te apaixonar loucamente por mim e não mais vais querer ir, mas aí, vou-te dar um bilhete de ida e nunca mais te vou querer ver!

- Isso mais parece um texto de uma novela..e das fraquitas!

- O quê? É só isso que tens para dizer?

- Que mais queres que te diga?

- Tiras-me do sério…Sinceramente!

- Oh, e não é por isso que gostas de mim?

- Pára…sabes bem ao que me refiro. Não tens medo que eu desista?

- Tu não entendes? Temos diferentes formas de amar, de ser… Eu não preciso de dizer a toda a hora que te amo, não sei dizer aquelas coisas todas que tu queres ouvir, não sei falar de amor a toda a hora… Mas não é por isso que eu te amo menos. Não vês isso? Enquanto te preocupas com essas coisas não vês que os meus olhos se abrem mais quando te vejo entrar, que sorrio sempre que digo o teu nome…que o medo de te perder é tanto que chego a sufocar e por isso tento me mostrar menos dependente…não vês?

- Depressa lhe apanhaste o jeito…

- Hã? Para quê?

- Para novelas amor…para novelas…

- És realmente estúpida!

- E não é por isso que gostas de mim?"

2 comentários:

TheImpossiblePrince disse...

gostei lol :)

*alma de poderosa* disse...

novelas e amor..
todo uma conexao engraçada..
comparas cada amor teu com k novela?
vahhh rsp...