26 de abril de 2009

Sobre desilusões...

Vemos os outros pelo nosso espelho. Damos mais, sempre mais. O que recebemos quase sempre é pouco. Esperamos que sejam pelo menos um quarto do que somos. Quase sempre nos são nada. Damos tudo. Quase tudo. O que recebemos é cada vez menos. De todos... ou quase todos.

Hoje, mais ainda.

5 comentários:

_Purple Wings_ disse...

"Deite quase tudo e quase tudo foi demais..." foi inevitável lembrar-me desta musica! Eu gosto muito de dar, gosto mais de dar do que de receber até, sinto-me mais realizada com isso. mas receber de vez em quando é bom, muito bom. e aquece-nos a alma.

*********************

I believe disse...

Como tens razão, mas infelizmente nós humanos estamos cada vez mais materialistas, mais egoistas...E qd nos apercebemos disso, tarde demais...***

*alma de poderosa* disse...

Chato darmos tanto e receber tao pouco realment
mas temos de ir levando o barco da melhor maneira..
eles e k perdem no fundo..

Ana disse...

Mas olha que isso nunca é de todas as pessoas..porque há aquelas pessoas que nunca te desiludem. E os que te desiludem só te ajudam a crescer interiormente.

Apesar das desilusões que tenhas tido, espero que nunca deixes de dar***

shemoves disse...

Concordo..
Diariamente sou confrontada com esse tipo de situação quer em relação.
As pessoas estão sim cada vez mais egoístas também por força de experiências passadas,medos,
inseguranças não sei.
Eu continuo a dar o melhor de mim àqueles que acho que merecem, mas tenho vindo a reparar que nem sempre me retribuem da mesma forma e depois há um vazio que se apodera de mim cada vez que isso me acontece.
No entanto não gosto de generalizar e gosto sim e tentarei sempre lutar pelas pessoas,ouvi-las,
ajudá-las,
mas se vejo que não há retorno quando necessito igualmente do apoio delas faço uma retirada estratégica.
Quem voltar..é porque merece a minha amizade,atenção...quem não voltar é porque simplesmente não me merece como amiga,amante,confidente.