23 de dezembro de 2008

Querido Pai Natal,

Como te encontras? Nem imagino a agitação destes dias, não deves parar...mas tens de ter paciência, é um ano inteiro a descansar e a preparar estes dias, há-de passar, palavra!

Gosto muito de ti, e das tuas barbinhas brancas e da tua barriguinha, e de quando dizes "Oh Oh Oh". Ficas desde já a saber. Às vezes podia até nem gostar de ti, ser puramente interesseira, dizer que gosto só para me dares o que quero, mas na verdade não te suportar. Mas não é isso que acontece, podes crer.

(estou-te a tratar por tu, não sei se te incomodas com isso?)

Olha Pai Natal, por gostar tanto de ti, e por seres tão meu amigo (umas vezes mais do que outras, é certo), quero-te dizer que não precisas passar pela minha chaminé. Já tens tanto que fazer, ó Pai Natal, vais agora dar-te ao trabalho de lá passar? Na verdade, quanto a mim já estou satisfeita. Já me deste uma grande prenda, sei que sim. E é uma prenda daquelas que ficam, das para sempre, eu sei. Para quê incomodares-te mais? Para o ano voltamos a falar, fazemos um balanço, e logo se vê o crédito que tenho (ou não). 'Tá bem, ó Pai Natal?

Há pessoas que, tenho a certeza, precisam que passes na sua chaminé, mas essas se calhar, nem chaminé têm...consegues resolver isso? Tenho pensado nas pessoas que vão passar o Natal numa cama de um hospital... Não consigo imaginar o que isso é. Às vezes é tão difícil passar uma noite numa cama de hospital... E é mais difícil ainda uma noite de fim de semana num hospital. Por essas razões me custa pensar nos que passam a noite de natal numa cama de hospital... Tantas acções de solidariedade, tantas festas, tantas coisas que se fazem nos Hospitais nesta época, mas e na consoada? Também vão lá as figuras públicas dar presentes e comer um bolo rei? Arrogância e hipócrisia da minha parte pensar isto, eu sei. Mas ainda assim, penso.

E tu, Pai Natal?

Obrigada pela parte que me toca. A sério, obrigada. E um Feliz Natal.

P.S. Um post que se seguia cómico, foi ficando sério. Desculpem, mas a vida é mesmo assim.

3 comentários:

I'm a Saint! disse...

Sorte a nossa, há mais que um pai natal.

_Purple Wings_ disse...

Em primeiro: FELIZ NATAL!!!!!!!!!
Muito obrigado pelo postal virtual =)*

como concordo com a tua cartinha ao pai natal...e sou muito adepta do "A BRINCAR A BRINCAR, SE DIZEM AS COISAS SERIAS!"

olha gosto muito de ti, seja no natal, na pascoa, no carnaval, seja onde e quando for!!~

*********************

perdida disse...

Obrigada =)