26 de março de 2009

Marley & Me


Pois é, grande filme este! Para os mais sensíveis aconselho a não verem. Para além do que me ri, chorei uma vida ali dentro. Mas é um grande filme sim. Um grande cão. Como são aliás, todos... E mais não digo!

5 comentários:

O Profeta disse...

A palavra é semente
Que floresce na luz de cada alma e enternece
Às vezes é doce veneno
Às vezes taça de cidra que o peito aquece

Ser Poeta é tanto, tão pouco
É transformar em crentes os ateus
É domar todas as tempestades da alma
É estar mais perto de Deus


Mágico beijo

_Purple Wings_ disse...

Quero tanto ir ver este filme!!! Ainda por cima com o cao...ai como gosto de caes... Já sei que vou chorar mto...sou uma babona...

*********************************

*alma de poderosa* disse...

eu avisei k ia chorar..mas fz bem..lava a alma!
O marley era um amor d cão apesar das suas trapalhices..e est filme ensina-nos uma gd liçao de vida..os animais sao realmente os nossos melhores amigos e conhecem-nos melhor que muita gente..=)
Fiquei fã do Marley!=)

xana disse...

Não vi ainda o filme, apesar de já o ter cmg!Mas li o livro e de facto, é fascinante!***

_Purple Wings_ disse...

Já vi o filme... Sabes o que é acordar no dia depois da noite de se ver o filme e doer-te a cabeça, não conseguires abrir os olhos porque estao inchados? E adivinha porque? Porque desde que me apercebi que o Marley ia morrer desatei a chorar baba e ranho, a imaginar Pituxa naquele lugar, a ver o Marley ali cheio de boas recordaçoes, chorava muito, a soluçar mesmo como ja nao chorava desde algum tempo. Mal cheguei a casa tive uma meia hora sentada no chao da entrada ainda de mala ao ombro a dar montes de mimos à Pituxa e a dizer-lhe montes de coisas...e na manhã seguinte, muito ressacada do sucedido chamei-a para dormir na minha cama, dentro dos lençois muito abraçadas. Achei que devia partilhar isto ctg! E ri-me, ri-me muito no filme, como só um animal como o Marley e tantos iguais a ele me fazem rir.

Continuo a gostar mais de cães do que de pessoas (algumas, a maioria, vá).

************************