12 de março de 2009

Saudades...

A Saudade faz parte de nós, portugueses. Diria até que nos corre nas veias. E eu, como portuguesa que sou, tenho saudades de muitas coisas, a maior parte delas simples. Tenho saudades de por exemplo, acordar de manhã e deixar-me ficar pela cama a ler um livro. E deixar-me ficar por ali, muitas vezes a maior parte do dia. Tenho saudades de ter energia e espírito para ir ao cinema à sessão da meia noite. Pormenores, apenas. Saudades dos dias que eram mais compridos que as horas. De gastar tardes em cafés perdida em conversas sobre quase nada, e cheias de tanta coisa. De sorrisos cúmplices nesses mesmos cafés. Gargalhadas sentidas. Segredos partilhados em tom mais baixo. Histórias secretas partilhadas em alta voz com uma multidão à volta, num café, num autocarro, na fila de espera de algum sítio onde as burocracias eram maiores que a vontade. Saudades de sair de manhã e passar o dia fora de casa, a fazer coisa nenhuma num dia que não deixava de ser tão preenchido. Perder horas nas compras, e ainda sobrar tempo. Saudades de ir à primeira aula da manhã, e fugir logo de seguida para qualquer outro sítio onde a vida fosse mais colorida. Rir desenfreadamente numa sala de aula porque lá fora passou o traquineta do lixo. Saudades de fazer apenas o que me apetecia, e adiar ao máximo o que não me apetecia. Saudades de ter tanto para fazer e mesmo assim, não fazer nada.

Saudades do tempo em que tinha tempo. Saudades da vida quando era vivida com um gosto doce ao fim de cada dia.

4 comentários:

ImpossiblePrince disse...

"A saudade não está na distância das coisas, mas numa súbita fractura de nós, num quebrar de alma em que todas as coisas se afundam"..
Vergílio Ferreira

Ana disse...

Pois...Eu ando revoltada contra a sociedade mesmo por causa disso...
Trabalhar, trabalhar, trabalhar...Pressa...

E o tempo?

Ah pois...O tempo lá anda, do outro lado da janela..e eu aqui fechada...:(

perdida disse...

ImpossiblePrince

Concordo perfeitamente!;)

********

Ana

tou a ver que a nível de sentimentos relacionados c o emprego temos mt em comum. lol =S

***

I'm a Saint! disse...

Saudade de outros tempos. Somos todos assim, mas não pensavamos nas saudades que iriamos ter, mas na vontade de mais tarde trabalhar, ter as nossas coisas e o nosso canto. Falo um pouco de cor, mas parece-me que vai acontecer o mesmo.